Logo

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

TREINO COM OS CAMPEÕES

Célio Alves, Campeão Nacional de Pesca de Alto Mar em Barco Fundeado,  Alexandre Dionísio, Vice-Campeão na mesma modalidade. São Atletas da modalidade pelo Clube Pesca e Náutica Desportiva de Albufeira.

São primos e, desde muito novos percorriam as praias da costa de Albufeira à pesca, ao fundo e à boía.

Iniciaram a competição na pesca em barco fundeado há mais de dez anos, primeiro o Alexandre e mais tarde o Cèlio. Hoje são grandes Atletas.

Um Domingo, cerca das 07:30 horas, saímos a barra de Albufeira no “Ridani”, embarcação dos Campeões, para mais um treino de pesca, pois que se avizinham as provas federativas.

Durante o percurso, o Célio tratou de descascar as amêijoas brancas e algum camarão, iscos permitidos em provas federativas.

 

No pesqueiro, já em acção de pesca os dois tiravam safias de bom tamanho, intermediando com Choupas pretas. Parguetes e Sargos também iam sendo capturados.

Já o sol estava bem alto quando o peixe falhou e, logo o Alexandre opinou dizendo que havia peixe grado no fundo. Pois que, razão lhe assistia, a cana dobrada e o carreto a “cantar” dava mostras de um peixe grande. Corrida mais corrida e lá apareceu ao cimo da água um Pargo, que pesado tinha 2,800 kg.

O Célio não descansou enquanto não mostrou um Sargo grande, de “camaroeiro”. 

Os Campeões com as canas sempre em riste não tiveram descanso, como se de competição se tratasse, sendo certo que entre eles há sempre picardias.

Á hora do almoço, cerca das 13 horas, regressamos a terra.

MATERIAIS USADOS PELOS CAMPEÕES

Todos os materiais usados, desde bolsas de transporte até às montagens dos aparelhos de pesca, são criteriosamente escolhidos em função de um bom desempenho em acção de pesca. Todos os materiais têm de se complementarizar, por forma que na sua utilização não haja atropelos. Diz o Alexandre Dionísio que até no colete o material é distribuído com critérios.

Não só a zona de pesca, mas também as condições de mar, são factores que  ditam quais os aparelhos de pesca a utilizar.
As chumbadas, como elemento a ter em conta na profundidade e tipo de peixe a apanhar, desde o seu peso até a cor do revestimento têm influência nos resultados.

Os campeões usam canas com comprimentos sempre superiores a 3,50 m, pois compensa melhor as batidas do peixe e, na realidade são mais sensíveis nas picadas.

Todos os aparelhos de pesca são elaborados pelos próprios, todos os materiais são alterados em função da utilidade que lhes é favorável.
Com as presenças em campeonatos do mundo, Espanha, Itália e Holanda, evoluíram muito, principalmente em Itália, desde a concepção dos aparelhos de pesca até às técnicas de pesca.

De todos os materiais que usam não conseguem definir um que seja mais importante na acção de pesca, talvez apenas um factor, o comportamento do pescador nessa acção, sempre com grande respeito pelos adversários e pelo meio ambiente.

Noticia seguinte >

CMA

pub
  • Clube Pesca e Náutica Desportiva - Albufeira
  • Instituição de Utilidade Pública
  • Declaração nº 29/2004, D.R. II série, nº 42, de 19 de Fevereiro de 2004
  • Estrada do Farol, 800-H, Sítio da Orada, 8200-371 Albufeira
  • Telf./Fax 289 592 079 email:cpndalbufeira@sapo.pt